SÓ OFERECI POR EDUCAÇÃO

Ofereci por educação

Foto/reprodução google

O assunto é delicado, mas alguém precisa iniciar esse movimento na internet e alertar àqueles que ainda não entenderam a mensagem muitas vezes velada por questão de paz mundial. Já que o bom senso ainda não deu as caras, é preciso verbalizar o que a grande maioria guarda calada. Assim, estou disposta a assumir a bronca ao sair desse armário da cordialidade, propondo aqui nesse espaço a discussão dessa minha revelação (que é a de muita gente):

– eu não gosto de dividir comida para o consumo individual tipo: coxinha, sanduíche, fatia de torta… (me dá um pedacinho É O CARALHO!!!).

Alimentos em abundância feito pipoca, biscoito, balas, petiscos, etc, sem problemas! Estes foram criados em partículas para a degustação em comunhão, mas os outros, fora dessa categoria, não!!!

Com raras exceções, não há um ser humano no mundo que esteja realmente sendo sincero quando pergunta ‘Você aceita um pedaço?” A frase na verdade que dizer: ‘Você não vai ter a coragem de usar essa sua boca grande para morder o meu sanduíche feito sob medida para saciar a minha fome, vai?’ E o pior que vai. A desgraçada da pessoa, que há dois segundos disse que não compraria nada porque estava satisfeita, abocanha um pedaço do seu alimento, levando com ele fragmentos de sua alma.

Nessa hora, parte de mim desfalece e a outra sente uma vontade enorme de subir no balcão da lanchonete – no melhor estilo ‘Um Dia de Fúria’- e iniciar uma quebradeira fora de controle, repetindo insanamente “Eu–não–gosto–que–ninguém-coma-pedacinho-de-porra-nenhuma”. Eu quero comer o meu sanduíche inteiro e não 3\4 dele porque algum cretino aceitou a minha oferta, oferta que não passava de uma pergunta educada. Ou pior ainda, o ‘sem alma’ teve a pachorra de me pedir um pedacinho dos infernos. Chegaaaaa!

[corta para a realidade].

A pessoa devora parte do seu sanduíche em câmera lenta e você não faz absolutamente nada, no máximo deixa uma indireta sem sucesso no facebook. Antes que pensem, não é egoísmo, se o indivíduo estiver sem dinheiro eu compro um, dois, três, dez mil qualquer coisa de comer para ele. Eu só NÃO quero ter que dividir o MEU sanduíche, respaldado pelo direto de consumi-lo por inteiro, do jeitinho que ele é, do tamanho da minha vontade, tranquilamente. Só isso!

Agora que a porta da verdade foi escancarada, convido você a fazer o mesmo lançando aqui a campanha ‪#‎nãovaiterpedacinho‬. E se for necessário sairemos às ruas gritando ‘Não vai ter pe-da-cinhoooooo’.


Curta ~ www.facebook.com/cozinhasemfiltro
Crônicas Culinárias.
Anúncios

2 comentários sobre “SÓ OFERECI POR EDUCAÇÃO

  1. Sei bem o que é isso. E diante da minha expressão perplexa, a pessoa sorri, e parece divertir-se com o meu descontentamento.
    E parece também ser um saco sem fundo, ela pode ter acabado de almoçar, mas sempre cabe mais um pedacinho de qualquer coisa que você ofereça!!!!!
    Essa atitude fez com que eu passasse a evitar mais almoços com ela. Que outra pessoa alimente a lombriga dela, não eu.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s