PICADINHO DE CARNE COM MOLHO CAPA DE REVISTA

Foto/Reprodução www.panelinha.ig.com.br

Sábado à noite de um dia quente do outono carioca, e eu lá enfurnada na cozinha totalmente concentrada nas inúmeras técnicas para o preparo de um picadinho de carne. As costas estavam doendo por conta do dia de trabalho em frente ao computador  mas segui – meio que arrependida da escolha – adiante.

Meu empenho estava em conseguir um molho de carne encorpado com a textura de  um chocolate derretido. Apesar de ser uma receita pá-pum, para mim foram duas horas de dedicação com direito a ler e reler inúmeras vezes o passo a passo do preparo.  De suar a camisa, meu amigo. De querer desligar o fogo da panela e pedir uma pizza de qualquer coisa, o que seria mais óbvio pelo dia da semana em questão.

Talvez alguém leia isso aqui e pense em voz alta, com um certo tom de coitadismo: Nossa, em casa em pleno sábado à noite? E cozinhando?. Consigo ouvir daqui um arrastado ‘Tadiiiinha deeeela’.

E isso me fez refletir. Eu poderia estar em um bar bebendo e comendo algo delicioso sem nenhum esforço, a não ser o do bolso, mas escolhi estar em uma cozinha de dez metros quadrados passando calor. Acho que preciso da minha terapeuta urgente.

Essa epifania fez todo sentido quando, ao final do processo, fui seduzida pelo som que o amado emitiu ao se deliciar com cada colherada do prato. Sim, colherada, porque o molho ficou ma-ra-vi-lho-so e com uma textura digna de capa de revista.  A carne (patinho) não ficou tão macia quanto eu gostaria. Talvez precisasse de mais tempo na panela, mas isso não ofuscou o resto. Estava com ‘tompero’ como diria o chef Erick Jacquin do Programa Master Chef.

Confesso, enxuguei o suor e agradeci por ter dado certo, mesmo que o erro aqui seja bem vindo. Uffa!

Aí você se pergunta: e esse molho encorpado aí, hein? E eu respondo repassando o link em que a chef Rita Lobo explica a técnica da deglaçagem que resultou nesse molho divino. Vou deixar a receita escrita aqui embaixo também – como de costume – mas não deixe de assistir ao vídeo, é essencial.

>>>> vídeo<<<<  http://glo.bo/1oftGZO

Essa foi mais uma receita que me inspirou não só na cozinha mas principalmente nesse conto culinário. Divirta-se.

Ingredientes

  • 1 kg de filé mignon em cubos ( pode ser outra carne).
  • 2 cebolas
  • 3 dentes de alho
  • 4 colheres (sopa) de farinha de trigo
  • 70 g de bacon em cubinhos
  • ¼ de xícara (chá) de extrato de tomate (cerca de 130 g)
  • 2 colheres (sopa) de molho inglês
  • Caldo de ½ limão
  • 5 colheres (sopa) de azeite
  • ¼ de xícara (chá) de salsinha
  • 3 xícaras (chá) de água
  • Sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto

Modo de preparo

  1. Descasque e pique fino a cebola e o alho. Leve um pouco mais de 3 xícaras (chá) de água para aquecer numa chaleira.
  2. Caso compre uma peça inteira de mignon, corte em bifes; em seguida, corte os bifes em tiras e as tiras, em cubos. Com um pano de prato limpo, seque bem a carne.
  3. Transfira para uma tigela larga ou travessa e polvilhe os cubos com a farinha – essa técnica, chamada singer, serve para engrossar o molho.
  4. Leve uma panela grande ao fogo médio. Quando aquecer, regue com 2 colheres (sopa) de azeite e doure cerca de 1/3 dos cubos, sem cobrir todo o fundo – se colocar toda a carne de uma vez, ela vai resfriar a panela e cozinhar no próprio líquido, em vez de dourar. Tempere com sal e pimenta-do-reino a gosto e mexa aos poucos para dourar por igual.
  5. Transfira os cubos para uma tigela e mantenha a panela em fogo médio. Doure o restante da carne em mais duas etapas, regando com 1 colher (sopa) de azeite antes de cada leva.
  6. Após retirar os últimos cubos, regue a panela com 1 xícara (chá) da água quente e o caldo de limão. Com uma colher de pau, raspe bem o fundo da panela para dissolver o queimadinho que se formou, apenas até “limpar” a panela, cerca de 1 minuto. Transfira esse caldo para a tigela da carne, passando por uma peneira.
  7. Volte a panela ao fogo médio e regue com o azeite restante. Junte o bacon e deixe dourar, mexendo de vez em quando. Adicione a cebola e refogue até murchar. Acrescente o alho e misture por mais 1 minuto.
  8. Adicione o extrato de tomate e misture bem. Volte a carne, com o caldo, para a panela e mexa apenas para aquecer. Regue com mais 2 xícaras (chá) da água fervente e misture o molho inglês. Quando começar a ferver, deixe cozinhar por mais 6 minutos.
  9. Enquanto isso, lave, seque e pique a salsinha. Desligue o fogo, prove e ajuste o sal e a pimenta-do-reino. Salpique a salsinha e sirva a seguir, acompanhado de arroz branco.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s