FILÉ DE PEIXE NO COMBATE À ANSIEDADE

Foto/reprodução gnt.globo.com

Inicio esse texto tocando em um assunto recorrente aqui no Blog: cozinhar reeduca sua relação com o tempo. Os ansiosos como eu, em que a palavra esperar equivale a um balde de água fervendo no rosto, precisam desacelerar a cada novo prato. Na cozinha tudo tem o seu tempo de preparo e não há jeito agitado que mude isso. É preciso respeitar. Aqui vale a máxima de que ‘a pressa é a inimiga da perfeição’. E é mesmo: experimente tirar o bolo de um forno antes dos trinta minutos. Tragédia total. Quando fiz uma receita de panquecas de banana com ovos e sem farinha, comecei a ter noção da importância dos minutos na gastronomia e na vida, e o preparo delas me custou a autoestima daquele dia. (veja aqui).

Essa introdução toda sobre tempo, calma e transformação tem a ver com a receita de hoje: filé de peixe grelhado. Mais uma vez a minha ansiedade foi confrontada quando no passo a passo dizia: deixe grelhar três minutos de cada lado e pronto. Para um ser humano normal, três minutos é moleza. Para nós – geração Rivotril – é uma viagem de ida e volta de trem para Xangai.  Foi difícil deixar o peixe paradinho na gordura no tempo estipulado.  A cada cinco segundos dava uma vontade incontrolável de virar o filé para olhar se estava bom (atitude típica de quem não cozinha sempre). Mas se eu fizesse isso certamente o peixe iria se desmanchar todo. Lembrando que antes de ser grelhado o peixe passou pela farinha de trigo. Não tem ovo. Não é fritura por imersão.

Vencida essa barreira chamada esperar, o resultado ficou satisfatório: crocante por fora e suculento por dentro.  Servi com salada de salsinha, coentro, hortelã e cebola roxa, acompanhado de batata doce cozida e grelhada na frigideira com pimenta do reino.  Obrigada, gastronomia, por pouco a pouco exorcizar de mim o espírito da correria.

E você? Está precisando reduzir o ritmo de vida? Faça um filé de peixe, é melhor do que meditação.

Mais uma vez a receita que me transformou foi retirada do site Panelinha, da maravilhosa chef Rita Lobo. Divirta-se e me conte depois.

File de peixe grelhado
 
Ingredientes
 
4 filés de pescada (pode ser outro file)
1/2 limão
sal e pimenta-do-reino moídos na hora
1/2 xícara (chá) de farinha de trigo
óleo para fritar

Modo de Preparo

  1. Numa tigela, tempere os filés de pescada com limão, sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto. Deixe em temperatura ambiente enquanto prepara os outros ingredientes.
  1. Num prato fundo, coloque a farinha de trigo e tempere com sal e pimenta-do-reino. Passe os filés de peixe pela farinha, empanando bem dos dois lados.
  1. Leve uma panela ao fogo médio com cerca de 1 dedo de óleo para aquecer. Forre um prato raso com papel-toalha e reserve.
  1. Quando o óleo estiver quente, coloque os filés de peixe em etapas, no máximo 2 por vez. Frite por cerca de 4 minutos de cada lado ou até ficar com a casquinha dourada. Com uma escumadeira, retire do óleo e transfira para o prato forrado com papel-toalha. Repita o procedimento com os outros filés.
  1. Transfira os filés para um prato e sirva a seguir, com o molho de tahine à parte.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s