FRANGO GRELHADO SUCULENTO, VOCÊ É CAPAZ. ACREDITE!

Foto/reprodução gnt.globo.com

A minha alegria culinária de hoje atende pelo nome de frango grelhado pelo simples fato de não ter ficado ressecado e borrachudo como de costume. Técnica é tudo.  Se eu estivesse participando do MasterChef, a Paola Carosella provaria meu prato e diria com aquele sotaque argentino: ‘Suculento, macio e saboroso, parabéns!’.

Antes de começar a falar sobre essa pequena conquista é preciso reforçar que em setembro de 2015, quando criei esse blog, eu não cozinhava e nem me interessava com afinco pelo ofício. Sabia fazer um arroz e feijão sem muito envolvimento. Mas tudo mudou, a principio por não gostar dos restaurantes a quilo, pela economia (comer fora é caro) e em seguida pela leitura de livros sobre o ato de cozinhar do zero como atividade transformadora na vida e na saúde.  Ainda sou mais fracasso que sucesso na cozinha mas o aprendizado e a investigação estão saborosos.

Ah, o blog nasceu da necessidade de exercitar a escrita – sou jornalista – e de registrar a minha evolução e persistência. No momento em que escrevo este texto nenhum amigo meu sabe da existência desta página. Só eu e o meu cobaia amado. Quero que a divulgação dela flua naturalmente.

Voltando ao frango, eu nunca soube por que ele sempre ficava ressecado após o preparo. Aí a minha guru oficial, Rita Lobo, com seu jeitinho didático, explicou em seu programa o passo a passo para deixar seu peito de frango delicioso e macio.

Dentre os truques (Ops, técnicas!) está o segredo: deixar o peito de frango de molho em uma salmoura (calma, receita ao final) e depois grelhar a carne cinco minutos de cada lado em uma frigideira (antiaderente) com um fio de óleo. Não precisa ficar apertando, mexendo, basta deixá-la paradinha na panela respeitando o tempo. Importantíssimo lembrar que o frango deve estar sequinho antes de levá-lo à panela, isso evita que o alimento inicie um processo de cozimento com o vapor da água e resseque. Ah, e vire a carne com o auxílio de uma pinça culinária, nada de furá-la com um garfo para não liberar o líquido retido nela (antes eu sempre fazia isso).

Repare que cozinhar requer delicadeza e respeito aos alimentos. Eu tive que engolir muito frango borrachudo para ceder aos encantos do aprendizado culinário. Sigo tentando e confesso que não é fácil resistir aos congelados. Não mesmo. Ficam prontos em três minutos, tempo suficiente para fazer mal à saúde e nos distanciar do envolvimento com o alimento.

Faça um peito de frango hoje e depois me conte se não bateu uma felicidade ao ver a carne macia e suculenta. A receita que me inspirou foi retirada do site Panelinha. Divirta-se.

Ingredientes

Salmoura:

2 filés de peito de frango

  • 2 colheres (sopa) de sal
  • 2 colheres (chá) de açúcar mascavo
  • 2 colheres (chá) de páprica doce
  • 1 folha de louro

Frango:

  • 2 colheres (sopa) de azeite
  • Sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto

Modo de preparo

Salmoura:

  1. Numa tigela, misture os temperos e esfregue nos filés de frango.
  2. Junte a folha de louro e cubra os filés com água.
  3. Tampe e deixe descansar na geladeira por 20 minutos.

Frango:

  1. Retire o frango da salmoura.
  2. Lave sob água corrente e seque bem os filés com um papel-toalha ou pano de prato limpo.
  3. Aqueça a frigideira grande com o azeite em fogo médio e coloque os filés com a parte de baixo para cima (faça um filé de cada vez se a frigideira for pequena).
  4. Deixe dourar por cerca de um minuto – esse processo serve para selar a carne e manter a carne hidratada.
  5. Abaixe o fogo e deixe cozinhar por cinco minutos de cada lado. O fogo tem que estar baixo, do contrário os filés queimam por fora e fica cru dentro.
  6. Antes de virar, tempere com sal e pimenta-do-reino a gosto.
  7. Desligue o fogo e transfira os filés para uma tábua.
  8. Corte cada um em fatias grossas, na diagonal.
Anúncios

3 comentários sobre “FRANGO GRELHADO SUCULENTO, VOCÊ É CAPAZ. ACREDITE!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s